quarta-feira, 11 de maio de 2011

Olá pessoal! A canoagem não proporciona somente adrenalina e lazer, mas também a oportunidade de conhecer novas pessoas e culturas.
Segue abaixo o relato que a pedido do Marcelo estou publicando:

Dia 1. abril 2011
Eu Marcelo Ludvichak e Natalia Borecka (natural de Bratislava, Slovákia) saímos de Jaraguá do Sul para conhecer Santa Catarina. Primeira cidade que visitamos foi Benedito Novo. Chegamos por volta de 11 horas a fomos conhecer o rio. Para nossa surpresa ele estava muito cheio. Decidimos em conjunto que deveríamos fazer a descida apenas na parte baixa. Arrumamos nossos equipamentos e descemos cerca de 3 km no rio, muito técnico classe 3. A descida foi perfeita sem nenhum problema, no final tivemos que caminhar com os caiaques nas costas para voltar até o carro.
Fomos ate o restaurante almoçar para depois ir ate cidade Ibirama conhecer o rio Itajai-Açu. Rio classe 5. Como em Santa Catarina esta chovendo muito o rio estava 4 metros a cima do normal. Como não somos loucos, resolvemos que a descida seria impossível. Após a decisão conhecemos a base de Rafting (Radical Rafting). O dono da base, Darcio com sua esposa e 3 filhos, nos recebeu com um super café tarde. Ficamos por cerca de 3 horas conversando sobre assuntos gerais.  Partimos da cidade de Ibirama para Blumenau, onde fomos até a casa do irmão do Marcelo para fazer um delicioso churrasco, onde depois fomos conhecer a Villa Germânica, onde é realizada a segunda maior Octoberfest do mundo. Isto para Natalia foi uma grande surpresa, porque ela nunca esperava que no Brasil a cultura fosse tão parecida com a da Europa. Tiramos muitas fotos de pessoas com roupas tradicionais da Alemanha e voltamos para casa.
Dia 2. Abril
Acordamos cedo. Porem estava chovendo muito. Decidimos que não valeria pena ir ate a praia que seria nosso próximo destino. Almoçamos com a família Ludvichak e ficamos muito felizes por ter limpado tempo e ficado o dia ensolarado. Então fomos até a cidade Balneário Camboriú para conhecer a belíssima praia de Taquaras. A praia é muito linda, com poucas pessoas, água transparente, dava até para ver tartarugas, peixes e muitos pássaros. Conseguimos observar tudo com pepino (Jackson Villain) e a Laranja Mecânica (Play Boat All Star) - nossos famosos caiaques. Após um dia muito sofrido acabamos com uma porção de camarão e caipirinha. Por volta dos 18 horas partimos para cidade de Santo Amaro da Imperatriz onde pegamos um hotel e descansamos na suas banheiras de águas termais.
Dia 3. Abril
Acordamos com um dia lindo de sol e céu azul. Rápido, arrumamos os equipamentos e fomos  conhecer Florianópolis com suas praias bonitas e natureza diversificada. Achamos a praia Pantano Sul no sul da ilha com pouca gente e mar tranqüilo ideal para conhecer o litoral com nossos caiaques. Após uma boa remada pela costa onde observamos muitas formações rochosas e um mar muito transparente com muitas belezas, fomos almoçar comida típica da região, muito deliciosa com varias tipos de camarão e peixes. Descansamos um pouquinho e fomos dar uma volta para conhecer a ilha. Fizemos várias paradas, visitamos as dunas da Praia da Joaquina, outras praias, mirantes, cruzamos também o bem desenvolvido centro da cidade e pegamos a rodovia para voltar à  Jaraguá do Sul.